Partilha

Objetivos

– Identificar noções básicas associadas ao envelhecimento demográfico e ao processo de envelhecimento.
– Caracterizar as novas estruturas de apoio à saúde do idoso emergente no mercado e respetiva oferta de serviços.
– Caracterizar os princípios fundamentais do processo de envelhecimento tendo em conta as dimensões biofisiológicas, psicológicas e sociais.
– Identificar as principais características das situações de doença mais frequentes na pessoa idosa.
– Identificar as especificidades a ter em conta nas atividades diárias do idoso.
– Reconhecer os fatores que contribuem para a promoção da saúde na pessoa idosa.
– Explicar que as tarefas que se integram no âmbito de intervenção do/a Técnico/a Auxiliar de Saúde terão de ser sempre executadas com orientação e supervisão de um profissional de saúde.
– Identificar as tarefas que têm de ser executadas sob supervisão direta do profissional de saúde e aquelas que podem ser executadas sozinho.
– Explicar a importância de demonstrar interesse e disponibilidade na interação com utentes.
– Explicar a importância de manter autocontrolo em situações críticas e de limite.
– Explicar o dever de agir em função das orientações do profissional de saúde.
– Explicar o impacte das suas ações na interação e bem-estar emocional de terceiros.
– Explicar a importância da sua atividade para o trabalho de equipa multidisciplinar.
– Explicar a importância de assumir uma atitude pró-ativa na melhoria contínua da qualidade, no âmbito da sua ação profissional.
– Explicar a importância de cumprir as normas de segurança, higiene e saúde no trabalho assim como preservar a sua apresentação pessoal.
– Explicar a importância de agir de acordo com normas e/ou procedimentos definidos no âmbito das suas atividades.
– Explicar a importância de adequar a sua ação profissional a diferentes públicos e culturas.
– Explicar a importância de prever e antecipar riscos.
– Explicar a importância de demonstrar segurança durante a execução das suas tarefas.
– Explicar a importância da concentração na execução das suas tarefas.
– Explicar a importância de desenvolver as suas atividades promovendo a humanização do serviço.

Destinatarios

Ativos empregados com habilitações mínimas do 9º ano de escolaridade.
Desempregados inscritos no IEFP com habilitações mínimas do 12º ano completo.

Duração

50 Horas

Data(s) de Inicio

A definir.

Local de Realização

Região de Lisboa.

Conteúdos Programáticos

Clique na imagem para aceder aos conteúdos.

CATÁLOGO NACIONAL DE QUALIFICAÇÕES (CNQ)

 

Confere

Certificado de Qualificações.

Subsídio de alimentação aos formandos desempregados, no valor de 4,52€ por dia de formação, desde que assistam a pelo menos 3 horas de formação diária.
Os empregados poderão receber este apoio se a formação se realizar em horário pós-laboral.

Preço

Formação Gratuita.

Certificação

  • DGERT - Entidade Certificada